Como saber se seu site está sendo indexado pelo Google

Todos sabemos que a otimização de um site é um dos pilares fundamentais para um bom desempenho junto aos motores de busca.

E são as técnicas de SEO que preparam um site para ser bem aceito pelo Google, o motor de busca mais usado no mundo inteiro, e portanto, o mais cobiçado por donos de sites e blogs.

Como saber se as página do meu site estão sendo indexadas?

Há 2 modos de descobrir se suas páginas estão sendo “reconhecidas” pelo Google:

1 – Digite na barra de pesquisa do Google o formato “site:www.meusite.com.br” (sem aspas), colocando o endereço URL do seu site após o ‘site:‘, assim:

Se aparecer algum resultado, é sinal que o Google já lê seu site.

2 – Abra a Ferramentas do Google para Webmasters, clique no site que deseja gerenciar e na seção ‘Sitemaps‘, veja se as URLs estão sendo indexadas:

No exemplo acima, vemos 252 URLs indexadas.

Entretanto, nenhuma técnica SEO é feita para garantir resultados.

Mesmo que alguém aplique todas as estratégias de otimização possíveis, ainda assim um site pode não aparecer na primeira página e nem nos 20 primeiros resultados de busca, considerado o valor máximo de posições que um site pode receber cliques.

Mas então por que se preocupar com SEO se para um site novo há quase zero chances dele aparecer na primeira página?

Pelo simples fato de o Google trabalhar a longo prazo.

Hoje seu site recém criado pode ser visto como um “estagiário”, aquele que ninguém dá valor.

Mas a longo prazo, que varia de meses a anos, o Google poderá entender que seu site possui um conteúdo relevante para o nicho que ele aborda e por isso merece ser classificado em posições mais relevantes, podendo chegar até nas primeiras colocações.

Conclusão

Em uma empresa, um estagiário pode ser promovido por tempo de serviço (longo prazo) ou por se destacar em suas tarefas (relevância).

As técnicas de SEO são o simples fato de ser estagiário numa empresa promissora (se você não fosse estagiário, não teria nem a oportunidade de ser promovido).

É claro que trata-se apenas de uma comparação e não devemos levar essas afirmações ao pé da letra.

Até porque, o Google não classifica um site pelo tempo que ele foi criado, mas sua colocação depende de vários fatores, muitos deles desconhecidos.

É isso!

Saiba mais sobre este projeto, aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

65 milhões de pessoas, ONGs e empresas já criaram seus sites no Wix. Crie o seu AQUI

¤
Leia mais:
Lista de plataformas de Ecommerce existentes no Mercado

Fechar