Por que preciso de um Site se meu Negócio vai bem?

Nesse último fim de semana participei de uma maravilhosa cerimônia de casamento e, como eu era padrinho da noiva, escolhi alugar roupas para a celebração e para a festa. Na loja que fiz o aluguel, gostei muito do atendimento, da qualidade das roupas e do bom preço.

Outras observações que fiz, foi que a loja tinha grande estrutura, com bom espaço para estacionamento de clientes, prédio com 3 andares, cada andar era para uma categoria diferente (debutantes, noivas, noivos, padrinhos, etc), além de ter espaço para provas de roupas. A empresa também tinha bastante movimentação de clientes, pelo menos nos momentos que estive lá.

Em suma, a loja parece ter boa referência no mercado e o negócio provavelmente é próspero. Mas, juntando tudo isso, faltou uma coisa que me deixou intrigado: eles não tem um site institucional.

Pesquisei pelo nome da empresa no Google e o que encontrei foi apenas uma página no Facebook. Nem no material publicitário (no caso, panfleto), se encontra um endereço digital para visitar.

Considerando que os negócios da loja vão de “vento em polpa”, será que realmente é desnecessário, dispensável criar um site quando o negócio vai bem?

A resposta é categoricamente NÃO. Nunca é demais ter um canal a mais de comunicação e captação de novos clientes.

É preciso pensar um site não como algo trabalhoso e “caro”, ou que seja apenas um luxo para grandes empresas. Isso seria um grande mito. Na verdade, um site é uma forma muito eficiente de se trazer novos clientes em potencial, pois hoje em dia a maioria das pessoas pesquisam sobre determinada empresa, produto ou serviço, antes de irem ao local físico, fazerem uma contratação ou compra.

Com um site se pode entrar para o mercado digital e alcançar grandes lucros com isso. Quantas empresas atualmente já não dobraram seus ganhos só pelo fato de criar e divulgar o site na internet. Algumas relatam que 70% de seus rendimentos vem de clientes que conheceram a empresa pelos meios virtuais.

Essa empresa de aluguel de roupas a qual me referi anteriormente, certamente estaria faturando ainda mais se tivesse um site corporativo, pois poderia anunciar nos links patrocinados do Google, Facebook Ads, Bing e outros. Além de poder se cadastrar na Busca Local do Google e estar a par de seus concorrentes.

Portanto, nada de achar que uma página no Facebook substitui um site, este seria apenas um complemento. A prioridade e o principal canal de comunicação digital de uma empresa é e sempre foi um site.

Saiba mais sobre este projeto, aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

65 milhões de pessoas, ONGs e empresas já criaram seus sites no Wix. Crie o seu AQUI

¤
Leia mais:
criar-chat
Como criar Chat Grátis para seu Site

Fechar