Dica Empresarial: Plágio é amadorismo!

Frequentemente estou advertindo aos leitores do blog sobre o perigo de fazer cópia de conteúdo alheio, o famoso plágio.  O problema do plágio é tão claro que facilmente encontramos avisos espalhados pela web sobre essa ameaça à integridade do site. O plágio pode ser ramificado em 3 principais riscos: – O risco de ser processado por violação de direitos autorais; – O risco evidente de ter seu site punido pelo Google e caindo bruscamente nas posições do buscador;  – O risco, e talvez o mais grave, o de transmitir subjetivamente a ideia de amadorismo do site.

Risco agravado

Todos esses erros são problemáticos. Contudo, o 3º risco, o do amadorismo, se torna o mais grave para um site institucional pois ele representa um constrangimento ao profissionalismo. Lembrando que amador é imediatamente o oposto de profissional.

Ter conteúdo copiado num site onde você deve apresentar sua empresa, seu negócio ou sua marca, é admitir inferioridade em relação ao concorrente que escreveu o conteúdo original e o cliente, que não é nada bobo, vai perceber isso. Essa falta de originalidade demonstra total ausência de comprometimento, seja para qual tipo de negócio, nicho ou ramo for.

Problemas com o Google

Outro grande prejuízo que o empreendedor certamente irá enfrentar ao fazer cópias de conteúdo, é ficar mal posicionado nos resultados de busca. Os algorítimos do Google são extremamente eficientes e já estão programados para combater esse tipo de problema muito comum na internet. A ferramenta almeja a perfeição, buscando exibir resultados de qualidade e prezando melhorar a experiência do usuário, em vista disso, seus robôs estão cada vez mais rigorosos com essas técnicas que prejudiquem o bom desempenho do buscador.

No caso do plágio, o Google compara textos iguais e lista somente o primeiro que foi publicado, ou seja, o site ao qual o conteúdo foi copiado. Aliás, essa é uma técnica muito mal vista pela empresa.

Inspiração ≠ Plágio

Quem acompanha as postagens aqui do blog, já reparou que em alguns artigos é recomendado analisar sites concorrentes com a  intensão de se inspirar para criar um design melhor elaborado. Entretanto, volto a ressaltar que avaliar o site do seu concorrente não é fazer imitação, nem do conteúdo textual, nem de imagens, estrutura ou design.

Inspiração serve para acompanhar uma linha de tendências e estilos, ou seja, as cores que estão sendo utilizadas, o tipo de fonte, recursos, etc. O objetivo aqui é descobrir o que está agradando o seu público alvo, que aliás é o mesmo que o do seu concorrente. A sua tarefa será reunir essas informações, misturar e criar o seu próprio estilo, adicionando algo de novo.

É isso!

Essa foi uma dica empresarial onde alerto sobre o sério erro de se fazer o plágio, um método comprovadamente danoso a todo e qualquer profissionalismo do seu projeto.

Saiba mais sobre este projeto, aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

65 milhões de pessoas, ONGs e empresas já criaram seus sites no Wix. Crie o seu AQUI

¤
Leia mais:
criar
Conselhos para ter um Site bem organizado – Parte 1

Fechar