Como criar um site de Reformas Residenciais

Começando do início, a criação de um site deverá partir da hospedagem dele. Basicamente, todos os sites existentes na web estão hospedados em algum lugar. Esse lugar, geralmente, é provido por empresas especialistas, que oferecem serviços de hospedagem para diferentes necessidades e tipos de site.

Depois de garantir a hospedagem do seu site, você já terá passado pela parte do registro de domínio, que é a etapa em que é feita a escolha do endereço eletrônico do site, ou seja, o endereço que será digitado pelas pessoas que buscam pelo site da sua empresa.

Após garantir que a parte técnica esteja estabelecida – lembrando que a plataforma com a qual você irá lidar, é muito importante para que seja possível fazer a atualização das informações do site de maneira simples e intuitiva, para quem é responsável pelo gerenciamento desse site.

Então será a hora de pensar no conteúdo do site: categorias, menus e a maneira que os assuntos serão organizados em toda a estrutura do site.

Pensando no público

Para que o site seja um sucesso, será necessário pensar no público-alvo do conteúdo publicado. Ou seja, qual é o perfil das pessoas que se deseja que acessem o site de reformas residenciais?

Algumas sugestões são: arquitetos, decoradores, designers, pessoas em geral interessadas em fazer reformas em suas próprias casas, estudantes relacionados aos temas citados acima, etc.

É importante que essa definição seja feita para que, a partir daí, o conteúdo mais adequado sejam pensado para atingir com relevância o público escolhido.

reformas residenciais

Dessa maneira, será possível encontrar pessoas interessadas no conteúdo publicado no site de reformas residenciais de maneira passiva. Isso quer dizer que, como esse público já existe, é muito provável que essas pessoas já mantenham pesquisas ativas na internet sobre assuntos relacionados ao tema que será abordado no site de reformas residenciais.

Isso será suficiente para que, com o tempo, cada vez mais pessoas encontrem o site em questão através de ferramentas de busca, como o Google, por exemplo.

A interface

É hora de pensar na “cara” do site.

Qual será o estilo, as cores, os lugares que irão contar com imagens, etc? Para que isso se torne mais fácil, plataformas como Wix, WordPress e Tumblr, por exemplo, possibilitam que o criador do site possa selecionar algum dos modelos e temas que já estão prontos e disponíveis gratuitamente nessas plataformas, para que sejam feitas somente alterações e inserções de conteúdo (fotos, imagens, montagens, textos, etc.).

Portanto, para quem está iniciando na criação de um site de reformas, a melhor opção é utilizar um modelo de site pronto.

Assim, será possível manter o foco maior no conteúdo desse site, em imagens de qualidade das reformas, textos relevantes, entre outros. As imagens e fotos são aliadas do criador do site, porque é isso que mais atrai o público que está em busca de referências de resultados de reformas, dicas para alcançar os melhores profissionais de reformas e conteúdos como “antes e depois”, por exemplo.

Como o tema do site é reformas, nada melhor do que mostrar o poder de uma boa reforma: um novo ambiente, que valoriza espaço, decoração e personalidade.

Este artigo foi escrito por um autor convidado.

3 comentários para “Como criar um site de Reformas Residenciais”

  1. Por Antonio Ferreira

    Responder

  2. Por Dário

    Responder

  3. Por ELIAS FARIAS

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

65 milhões de pessoas, ONGs e empresas já criaram seus sites no Wix. Crie o seu AQUI

¤
Leia mais:
editar texto
Como editar um texto já existente

Fechar