Facebook vem se tornando uma nova tendência de Comércio Eletrônico

Muitos empresários e também investidores acreditam que o comércio eletrônico, através da rede social ‘Facebook’ será capaz, em pouquíssimo tempo, de concorrer com grandes portais no mundo, como a Amazon.com e o eBay.

Levando isto em conta, as empresas americanas que são iniciantes vem desenvolvendo uma série de novas formas para convencer a todos os usuários da rede social mais usada no mundo, a utilizar esta rede para também fazer as compras.

Para o processo acontecer de forma eficiente e diferenciada, estas empresas iniciantes levam em conta o apoio do capital dos investidores, e vem cada vez mais criando aplicativos de compras, organizando as vendas caseiras e testando os novos modelos de negócios existentes através do Facebook.

Anúncios para Facebook

Esse é um assunto bastante pautado, isso porque anunciar no Facebook, bem como anunciar no Google, é algo que realmente gera resultados para uma empresa ou marca. No entanto, como qualquer outro programa para anunciantes, alguns problemas ocorrem e com o Facebook não seria diferente.

Antes de tocar nesse assunto, é fundamental salientar que o Facebook oferece um suporte bem interessante, onde o anunciante participa de um pequeno treinamento online, recebendo dicas da melhor forma de anunciar, sobre os melhores formatos para sua empresa, horários e etc. Além disso, a empresa oferece consultores para sanar possíveis dúvidas que venham surgir.

Voltando ao ponto das reclamações, é que o Facebook exige que a quantidade de texto seja mínima e o que chame a atenção mesmo seja a imagem. Logo, alguns anunciantes encontram certa dificuldade em produzir esse anuncio em poucas palavras.

Quais são as tendências do momento no mercado do Facebook?

Todo o sistema de comércio eletrônico é considerado como uma categoria muito grande e com ventos favoráveis, entrar neste tipo de segmento é um passo bastante natural para o Facebook, que acabm detendo as ações do Facebook.

Para se ter uma ideia, ao final do ano de 2014, o sistema do Facebook contabilizou em torno de 845 milhões de usuários ativos mensalmente, superando as marcas de mais de 164 milhões de usuários que possuem cadastro na Amazon, por exemplo, e os míseros 110 milhões dos usuários cadastrados através do Ebay.

É importante deixar claro que as empresas pretendem conquistar os clientes no Facebook, mas como isto deverá ser feito, ainda não foi determinado. Em contrapartida, os usuários fazem a utilização da rede para uma conexão específica com todos os amigos e não apenas como um sistema de recursos de compras online.

A prova de toda esta dificuldade está em grandes redes de varejo americanas, dentre elas podemos citar a J.C. Penny, Gap e Nordstrom, e que criaram as lojas através do Facebook e as fecharam por poucas vendas.

O Facebook está cada vez mais procurando alternativas interessantes para mensurar negócios e oferecer uma maior possibilidade de vendas de produtos para lojas conhecidas do mercado, este processo poderá fazer toda a diferença no mercado do futuro.

Este artigo foi escrito por um autor convidado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

65 milhões de pessoas, ONGs e empresas já criaram seus sites no Wix. Crie o seu AQUI

¤
Leia mais:
depoimentos-de-clientes
6 simples códigos HTML para adicionar Depoimentos em seu Site

Fechar